segunda-feira, 31 de julho de 2006

Passou...


Depois de uma incursão na mini-depressão (talvez grande) que tomou conta de mim, somente a presença do amor para acalmar e deixar tudo cor de rosa novamente.
Foi tudo perfeito que merece ser registrado, relembrado sempre.
Para começar a chuva e o tempo frio, convidativos a uma boa caminha. Casinha fechada, comidas gostosas e qualquer coisa na tv (sempre qualquer coisa, mas é porque na verdade apesar de estarmos juntos há quase um ano a presença de um ao outro é mais importante do que o que se passa na tv).
Uma das qualquer coisas assistidas foi Bridget Jones No Limite da Razão, daquela personagem com que quase toda mulher se identifica e que tem um lado Chaves mais aflorado que o meu, ou não, talvez eu ganhe.
Aí ela olhava para seu amado Mark, como aquela criança que ganha um presente novo e corre toda hora para dar uma espiadinha e ver se é "de verdade" mesmo - bom, eu era assim.
E cá estou eu hoje lembrando do meu amado.
Das cenas fofas de preparar comidas, abrir mais uma garrafa de vinho e deitar em meio as cobertas e travesseiros... Fazer preguiça e carinhos.
Meu amor é simplesmente um presentinho de Deus na minha vida, e que me deixa feliz.
E me deixa também lembranças boas para uma pisciana nata ter com o que sonhar seu sonho real.

Um comentário:

Carol disse...

Uia só, era só uma fase... ^^

Vc merece ser a pessoa mais feliz do mundo S2

Te amo mais que tudo!

xD