sexta-feira, 30 de junho de 2006

Sapo Bom Samaritano

http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1057406-EI238,00.html

Achei este sapo muito fofo.

**************************************************

Resolvi dias atrás olhar a cidade onde moro como se fosse uma pessoa de fora. Sair por aí fotografando como alguma forasteira vendo tudo pela primeira vez. As aberrações, cenas, construções, etc.

Se bem que aqui não tem (eu acho) nenhum atrativo turístico. Contando para o J. ele disse que se eu conseguisse fazer isto seria realmente uma gênia, porque eu tenho um jeito fantástico de encarar o mundo, ou algo do tipo. Agora ele me arrumou um problemão, vou procurar fazer tudo de uma forma que pareça fantástica aos olhos de quem eu acho que poderá ver as fotos um dia. Se eu as fizer. Claro que já comecei (fotografei o semáforo com contador de segundos, aquele que nos faz acelerar o carro quando aponta que faltam 2 segundos para mudar de verde para o amarelo e amaldiçoar o retardado do carro da frente que anda com o freio de mão puxado, o verdadeiro tranca-ruas) mas não sei se vou terminar.

E, em tempo, a idéia não foi propriamente minha. Aliás, até foi porque já tinha pensado em fotografar Carapicuíba, mas lendo Encontro Marcado do Fernando Sabino, em determinado trecho viajante do livro as personagens decidem olhar pela janela do ônibus a cidade delas, velha conhecida, como se fossem turistas.

Em todo o caso, a câmera ficará em mãos.

quinta-feira, 29 de junho de 2006

Bolsa Dourada

Acho que ninguém vai ler.
Mas meu blog é novo. Estou sentindo por ele algo como pela minha bolsa nova com detalhes em dourado (a Carol disse que estou virando paty, mas é que eu gosto de brilho - queria ser drag ou me vestir como uma sem chocar a população) que eu fico pensando em qual roupa usar para combinar com a bolsa e não o contrário.
Então eu fico pensando no que escrever, são tantas coisas que preciso e gosto de colocar para fora.
Fico lembrando agora que meu blog tem um contador bem bonitinho, com cara de contador, que a Beta colocou para mim.
E fico pensando nos textos e principalmente nos comentários do meu amor que ficarão esquecidos no flog, que eu usava quase como blog, e as vezes odiava ter que colocar fotos. Acho que vou salvá-los e postar aqui um dia destes.
Mesmo pensando tanto estou feliz, tem a bolsa dourada, o contador, o blog novo... Fico feliz com besteiras. Com presentes que me dou.
Como passei em tudo na faculdade me dei um dvd player de presente, comprei antes de ter passado em tudo, mas ficou como presente. Presente para mim, que eu me dei.
Chegou ontem. O legal de comprar na internet é que nós ficamos esperando o produto e quando ele chega a gente fica feliz.
Só que presente maior quem me deu foi o Leandro, professor de concreto, um ponto na prova e eu passei em tudo.
Presente que eu queria mas nem esperava - ele me odeia. Não sei porque...
Tanta gente me odeia.
Quer saber? Nem ligo. Acho que são todos invejosos.
E vou almoçar, o cantinho aqui é meu. Posso escrever quando quiser, então depois escrevo mais. Então, preciso parar de escrever tanto então.
Só para contrariar coloquei a foto da minha bolsa dourada.
Carol vê o que você acha - já que é a única visitante deste meu espaço na internet.
Agora estou mesmo com fome.
Fui...

quarta-feira, 28 de junho de 2006

Gênesis

Comecei hoje. Porque cansei de fotolog.
Aquele lance de "MSN spaces" também achei uma droga.
Vou ver se me adapto com isto aqui.
Quero ver se tenho liberdade de escrever e/ou colocar imagens para ilustrar os comentários apenas se (e quando) eu quiser.
Porque eu quero apenas um espaço para chamar de meu...
Só meu.