sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Noivos


Noivos - Carla e Jossano
Simples assim, meio brega.  Para coroar nossos anos e anos e idas e vindas, ele e eu ficamos noivos. Maktub.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Minhas Eco Bags

Gentem, que eu ando me sentindo chique. Andar com minhas eco bags por aí me faz me sentir assim.
E a cara de espanto dos vendedores quando digo que não preciso das suas sacolas plásticas faz valer qualquer passeio.

E mesmo há um bom tempo sem trazer mais delas pra casa, ainda tenho um estoque considerável que armazenei quando as usava com as compras do supermercado. E são nelas que jogo fora meu lixo orgânico que, por morar em zona urbana, fico sem opção de aproveitamento (como transformar em adubo, por exemplo).

Sobre o lixo reciclável, na minha cidade não há coleta seletiva, mas mesmo assim eu faço a separação.

Porque desde que o mundo é mundo, existem diferenças gritantes de classes sociais e, por causa delas, existem os catadores "anônimos" de recicláveis, daqueles que andam puxando uma carrocinha, normalmente acompanhados de vários vira-latas.

É para eles que separo os meus. Lavo e reservo num canto da cozinha que não me atrapalha. Aí, quando tem quantidade suficiente pra encher uma caixa (também para reciclar), coloco na calçada e eles levam embora pra vender e ganhar uns trocos.

Não acho isto nobre, pois sei muito bem que eles poderiam estar sendo assistidos por um órgão público,  organizados numa cooperativa e vivendo com segurança e dignidade como qualquer outro cidadão também trabalhador.

Mas, enquanto isto tudo não ocorre, sigo fazendo a minha pequena parte e, o que é melhor, me sentindo chique, na" última moda", batendo pernas com minhas eco bags pra todo lado.

E pra quem ainda não se convenceu, um argumento forte: elas são tão mais resistentes e seguras, que você pode voltar com a garrafa de vinho e a de refrigerante "fazendo peso" por dentro, que elas não correm o risco de estourar como as de plástico.

E, na maior cara de pau, me despeço poupando quem ainda lê este blog das desculpas esfarrapadas da minha ausência por aqui.

Feliz 2009!