quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Mahaila Amura - Véu




Para quem entende de dança do ventre (dança oriental, bellydance, raqs shark ou o diabo a quatro) já aviso: nem adianta vir com olhão crítico, pois sou apenas uma iniciante.

Para os meus amigos, aqueles que me conhecem e sabem da minha falta de talento para a dança e que sabem que eu pulei a fila da coordenação motora quando nasci, está aí uma demonstração do que eu já "consigo fazer" com um ano de aulas de dança do ventre (faltando em cerca de 50% das vezes, assumo): minha primeira apresentação com véu, com a coreografia totalmente idealizada por mim.

sábado, 18 de outubro de 2008

Votem contra (protegendo os animais)

Pedindo a colaboração de todos, votem contra este absurdo, por favor. Só a nossa união pode vencer estes desalmados que querem transformar em esporte o sacrifício de pobres animais.

http://www.ibama.gov.br/2008/10/enquete-voce-e-contra-ou-a-favor-a-caca-amadora/

Sobre o resultado da minha queimadura

Estes dias veio através de um site de buscas uma moça querendo saber sobre a queimadura combinda por cera + hidroquinona.
Ela não deixou blog nem endereço de retorno. E meio que devendo uma explicação sobre o que aconteceu comigo este tempo todo vou explicar:

Durante o processo de cicatrização eu não pude fazer nada com a ferida, apenas sabonete de glicerina para limpar. Tomei remédios antinflamatórios, dipirona para a dor e antialérgico (por causa da xilocaína e do spray anti-séptico que erroneamente eu usei e pioraram mais o caso).
Nunca em caso de queimadura usem qualquer produto tópico sobre a ferida sem orientação médica.
Depois de cicatrizada, ganhei uma mega mancha resultado da alteração da melanina - manchas pós queimaduras que ficam bem escuras. Ou seja, quis tirar o bigodinho e ganhei um bem grandão.
Daí que no desespero já queria fazer um peeling a laser assim que cicatrizou, procedimento terminantemente proíbido pela médica devido a sensibilidade em que se encontrava a pele.
Enfim, para eu não ficar triste ela me deu um tal de ácido azelaico 20%, que na verdade não é um ácido que descama a pela como a hidroquinona, mas age dentro da célula produtora de melanina regulando a produção. Foi um paliativo com efeito a longo prazo.
Como passei pelos últimos meses mais envolvida com a doença da minha gatinha e tive gastos homéricos com ela, minha mancha ficou em segundo plano nas minhas prioridades (tanto emocionais quanto financeiras).
Sem "ligar" para o borrão do rosto, utilizando protetor solar constatemente e o tal do ácido azelaico durante a noite, em menos de três meses (um tempo até que grande, mas que para mim passou voando) a mancha quase desapareceu.
Resumindo, se você se queimou como eu, primeiro procure um médico, durante a cicatrização não use nenhum produto tópico sem recomendação e, no meu caso, ácido azelaico (recomendado pela médica) para clarear a mancha e protetor solar depois.