domingo, 21 de junho de 2009

Mais sobre mim...

A Helen, a primeira amiga de blogosfera que fiz, que me ensinou nem lembro mais o quê quando criei este blog, me passou um meme.

As regras deste meme são:
1.Dizer quem te presenteou com o selo e colocar o link do blog.
2.Copiar e responder o questionário.
3.Presentear cinco blogs com o selo e avisá-los sobre.

Mania:
Um monte, tanto é que já parei no psiquiatra. Minhas manias derivam todas da simetria. Meu olho é um prumo e um nível. Mas, de vez em quando eu gosto de descombinar e desequilibrar algo de propósito, e só aceito desequilíbrio assim, vai entender?
Pecado capital:
Apego nas minhas coisas. Não gosto de emprestar livros, roupas, CD’s e se faço fico com o coração apertado. Prefiro comprar algo igual e dar para a pessoa a me separar mesmo que temporariamente dos meus objetos.
Melhor cheiro do mundo:
De suorzinho de bebê.
Se dinheiro não fosse problema, o que eu faria:
Sairia comprando sempre, sem fazer contas. Compraria presentes também, muitos.
Casos de infância:
Só um: o medo fenomenal que eu tive de nascer um pé de feijão em mim ao ter surrupiado e engolido um feijão cru enquanto minha mãe escolhia feijões para o jantar. Sempre fui muito “Fantástico Mundo de Bobby”, pois imaginava e levava tudo ao pé da letra”.
Acredita que eu cruzei literalmente o cachorro da família, o Xinho, porque ouvi meu pai dizer que ele tava ficando estranho porque não tinha sido cruzado.
“Pronto vó, o Xinho não vai mais ser bobão, eu já cruzei ele!” e demonstrei atravessando o cachorro deitado e minha avó quase tendo uma síncope...
Só grande eu fui entender o que significava “cruzar”.
E, eis que acabei contando dois “causos”.
Habilidades como dona de casa:
Todas, sou muito prendada e não tenho problema nenhum em desempenhar tarefas domésticas. Não acho que isto me faz “menos gente”.
Frase:
"Amigo não se compra, adote um vira-latas".
Passeio para a alma:
Um bom livro e silêncio.
Passeio para o corpo:
25 de março serve?
O que me irrita:
Ter minha inteligência subestimada.
Palavra ou frase que usa muito:
Eu falo tanto que acho que não dá pra escolher uma palavra ou frase só.
Palavrão mais usado:
Caraleo!
Chuta o pau da barraca quando:
Sempre. No trânsito com gente lerda, gente que esquece de dar seta, gente que não dá passagem. Na fila do supermercado. E, com atendente grosseiro de qualquer comércio – o mínimo que eu exijo é respeito quando sou consumidora. Odeio gente aproveitadora. Falsos santos...
Perfume que usa no momento:
Egeo Dolce, Angel, Amor Amor Elixir e Sensuelle. Amo todos os perfumes beeeeeeem doces.
Elogio favorito:
A Carla é inteligente!
Talento oculto:
Meu sexto sentido!
Não importa o quanto seja moda, eu não usaria nem no meu enterro:
Macacão jeans com lycra, daqueles bem piriguetes.
Queria ter nascido sabendo:
Dançar.
Sou extremamente:
Romântica, apesar das aparências mostrarem o contrário.

Para dar continuidade, eu indico:
1.Ninguém, ando em falta com todo o universo blogueiro.

Quem quiser postar fique a vontade, me avise e eu vou ler.

domingo, 7 de junho de 2009

Fazendo Arte

Eu acabei de perceber que realmente eu tenho síndrome de compulsão e tendência ao vício!
Tudo que eu gosto, eu gosto mesmo, muito, bastante! (É o lado positivo do bipolar falando!).

E de tudo que gosto, cosméticos em todas as suas variantes (esmaltes, cremes, perfumes e mais recentemente maquiagem) é uma das coisas que divide o topo da lista dos preferidos com livros, Melissas, temperos...

E agora dei para querer me profissionalizar na maquiagem. Sim, me profissionalizar, mas para mim apenas. Tudo que eu pego pra fazer quero fazer bem feito, do tipo achar que minha escova no cabelo fica mais bonita que a da cabelereira e minha unha melhor que muitas manicures por aí. Só falta levar este dom para a sombrancelha.

E, na onda da maquiagem, estou começando a montar minha coleçãozinha de pincéis, pois nos blogs da vida, que logo, logo farão parte do meu menu lateral (preciso de tempo), descobri que um pincel é tudo na vida de uma mulher. Com ele é que se consegue os milagres da arte de pintar o rosto. Como uma pessoa não rica, não posso me entupir de MAC assim de prima, então, posso apenas apresentar pra vocês meus queridinhos de acordo com as posses, incluindo aí pincéis de pintura artística (!), da Condor - que num bom garimpo são quase que idênticos aos exclusivos para cosméticos.


Na foto, meus novos filhinhos, estão recém lavados com shampoo neutro do jeito que eu aprendi com a super Marina. Tenho quase todos da nova coleção do O Boticário, dois da Bourjois, um pente de sobrancelha/sombra do conjunto xing ling da Avon e dois pincéis Condor (o maior com pelo natural e fofinho de ponei!). Estou esperando chegar um de blush/pó importado da Avon para ficar com a coleção básica quase completa.

E sigo no lema: "eu acredito em cosméticos"!