sexta-feira, 13 de abril de 2007

Pronta para o casamento

Unhas feitas pintadas com vermelho rubi, cabelo tingido e escovado... Praticamente um dia da noiva, tudo isto para ir ao casamento de mais uma das amigas da adolescência. Amanhã, logo cedo... E eu, continuo sobrando.

Mas, não tenho mais desespero para casar urgentemente, embora já tenha 30 anos, levo a vida feliz... Só tenho medo de ficar tarde demais para ter filhos e, como não quero produção independente, pode ser que nem venha a tê-los. Melhor dedicar-me a plantar a árvore e escrever o livro mesmo...

E, como todo castigo para corno é pouco, o tempo virou, e meu vestido preparado para o dia do casamento terá que ter um acessório a mais: um casaquinho.

P.Q.P.! No feríado: chuva, nos dias úteis: sol de lascar, daí vem o final de semana novamente e tempo fechado.

E, sobre a minha "alma gêmea" profissional, tenho um álibi, ou melhor, acho que nem preciso disto... Apesar de ter lutado com unhas e dentes para me defender, e teria feito novamente se fosse necessário, fiquei sabendo na primeira conversa como colega de trabalho com a garota, de que, quando ligaram para ela, ela já estava trabalhando...

Bem, ela tinha arrumado um emprego antes da resposta da entrevista. Jamais saberei se o telefonema era para dispensar ou contratar.... A verdade é, que nem ela ía querer pois tinha arrumado coisa melhor na época.

Talvez forças sobrenaturais tivessem imposto que não era o momento de nos juntarmos ainda...

Nenhum comentário: