domingo, 10 de dezembro de 2006

Clarice Lispector


"Onde aprender a odiar para não morrer de amor?"
(Laços de Família – 1960)


Apenas uma citação, que mais que combina com meu momento atual, da Clarice Lispector , escritora que dispensa maiores apresentações, para não deixar passar em branco as datas de ontem (29 anos de sua morte) e hoje (86 anos de seu nascimento) na linda homenagem proposta pelo Lino Resende em formato de blogagem coletiva.
Update: preciso dar mais um crédito aqui, a saber, o convite da blogagem foi do Lino, onde fiquei sabendo que a idéia partiu da Cris. Parabéns!

25 comentários:

Vera Fróes disse...

Carlinha, o importante é falar do dia, o resto cada um faz o que e como pode. Te convido a ler meu poste. Além dela homenageio outra mulher que foi cedo e tbm muito talentosa, Cássia Eller.

Bjos.

Vera Fróes disse...

O meu blog de homenagem é o Verdes Verdades.

DO disse...

Gostei da iniciativa. Legal a homenagem
Beijos!!

Lino disse...

Carlinha:
Singela e bonita homenagem à Clarice.
Estou passando para agradecer sua participação nesta coletiva. Acho que Clarice sai bem homenageada.
Muito obrigado.

Gustavo (Pauta do Dia) disse...

olá, vim fazer uma visita, pois tb to participando da "blogagem coletiva"... muito bacana iniciativa ate pq, de quebra, ainda dá pra conhecer novos sites bacanas... falowww

Yvonne Dimanche disse...

Oba! Hoje deu certo. Minha linda a sua homenagem foi muito bonita. Beijocas gostosas e aliviadas por ter conseguido comentar.

clara disse...

uia!!!! Pelo visto já tem post coletivo!!!! Deixei um scrap pra ti sugerindo isso... que bacana!

bjs, e te cuida. TE CUIDA MSM!

Lulu on the sky disse...

Não conheço muito de Clarice Lispector por isso que não participei.
Big Beijos

Patty disse...

Essa frase é incrível e vc escolheu muito bem. Clarice é assim, no pouco ou no muito o importante é a sensação que nos traz.Um beijo e ótimo domingo.

marilia disse...

clarice é das melhores que conheço.
justa homenagem. mas, amar tem desses momentos de odio total, e de vontade de matar. kafka, um cara de quem gosto muito disse :

"tampouco talvez seja amor, quando digo que, para mim, és a mais amada; para mim, amor é seres a faca que reviro nas minhas entranhas"-
(kafla foi o gênio do isolamento. Com ele aprendi que nada temos em comum com nós mesmos, muito menos com terceiros.)
beijos, e bola pra frente que a fila anda...anda mesmo!!!!!!!

Livros & Literatura disse...

Carlinha, a frase da Clarice é perfeita. Parabéns pela escolha e também pelo seu blog. Vou deixar aqui para você uma frase que gosto muito:

"Os fatos são sonoros. O que importa são os silêncios por trás deles."

(Clarice Lispector)

Um abraço, Marcela.

Saramar disse...

Carlinha, boa noite.
O prazer maior de participar dessa blogagem, além de ver novos textos da Clarice foi conhecer pessoas tão inteligentes como você.

beijos

marilia disse...

Ah...ia me esquecendo1
amo quem sabe cozinhar pintar e bordar!...rsss sério, quase morro se tenho que pregar um botão, ou fazer um mexido á noite! beijos da desajeitadinha aqui!

Márcia(clarinha) disse...

Não entrei na blogagem por absolutamente não achar palavras que dessem a dimensão do meu amor por Clarice, deixei uma frase enorme de conteúdo...
Obrigada flor pela visita, aqui virei mais vezes para esbarrar no seu sorriso.
linda semana
beijosssssssssss

Daniele disse...

Carlinha,

Como estamos todos participando da blogagem coletiva sobre a Dama da nossa Literatura Clarice Lispector, vim ler-te e me deleitar com o seu texto, sua homenagem a Clarice Lispector !

Excelente,
Bjos,
Dani

Paulo de Tarso disse...

Tô numa fase que não dá pra ter contato com o "universo inverso" de Clarice.

grace disse...

oh frase isntigante, Carlinha...Estou a martelar a mente em busca de algo que acalente meu ser e dê a real dimensão do que a autora quis dizer com isso.Beijocas, minha lindinha

Marcos disse...

Obrigado pelo comentário. Agora dá licença que vou dar uma fuçada por aqui. Está com cara de que vou gostar.

Artemis-sama disse...

adolei muito seu comentario
mas eu não gosto de falar muito de mim
eu ainda tenho q aprender muito.
até +

Vivi disse...

Eternamente Clarice...Eu adoro seus livros.
Bjokas

Constantemente Inconstante disse...

Tenho uma frase dela no meu blog11

abraços

Cris Penaforte disse...

Oi...Boa Tarde!!!!É a primeira vez que venho aqui e estou adorando!!! Obrigado por participar conosco da Blogagem...e que venham outras!!!Obrigado pela visita e já que gostou, volte sempre querida, será um prazer recebê-la lá...Uma semana maravilhosa, Bjos carinhosos, Cris Penaforte
http://www.inthenameoflove.myblog.com.br

Lara disse...

Linda homenagem!
Bjus moça...boa tarde!

Osimar Medeiros disse...

Tô por fora, mas tô por dentro, se me entende.
:)

Carla disse...

Puxa.. fiquei uns dias fora da net e perdi essa blogagem coletiva...
Mas eu adoro Clarice...
Bjus...