sábado, 16 de fevereiro de 2008

Formando opinião (a minha)

Fazendo obras no meio da política percebi que não posso tomar certos partidos, concordar ou discordar de certas coisas sem ter opinião formada.
Mesclando o que me atrai (ler) com informação, achei mais uma vez na baciada do Extra (aquela que já citei que vende livros que só eu gosto de ler por R$9,90.
Mas, não é que este tá sendo legal? "Um Cadáver ao Sol" de Isa Salles, que fala sobre a vida (e a morte) de Antonio Bernardo Canellas, um cara que como a contracapa diz "tem tudo para ser personagem de ficção". Anarquista até a página que estou lendo.

Lênin realmente vingou seu irmão com requintes de crueldade.
O marxismo não é tão legal assim.

8 comentários:

Grace Olsson disse...

Carlinha, bom dia.
Eu já traabalhei em empresas privadas que prestavam serviços a muitas prefeituras e o jogo de cintura é terrível. NO momento, nao tenho a mínima condição de fazer isso. Não cosneguiria e a DEUS agrdeço por ter desviado o curso do rio da minha vida.
Os livros...eu sempre vou ao Extra e la corro e compro livros que guardo e leio quando o tempo me dá..e adoro..
beijos e dias felizes

Lulu on the Sky disse...

Haja jogo de cintura mesmo... ainda mais na politica.
Big Beijos

DO disse...

Pra mim,nem na ficção o marxismo é bom.
Beijos!!

http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br/

¤(`×[¤ Juzinhah ¤]×´)¤ disse...

eu nunca achei que fosse.

Mário disse...

Interessante a história da revolução socialista, mas de fato é extremamente cruel.

Ludi disse...

Também acho que devemos ter muita informação pra formar opinião... e nesses assuntos sérios, bota informação nisso!
Beijão

Naeno disse...

DAS CANÇÕES

É muito mínimo o que se faz numa canção
Se não se põe a vida dentro dela.
A gente torce o coração
A gente esfrega as emoções
A gente estampa a vida de aquarelas.

Estrelas são lugares infinitos
Feitas do brilho do teu ladim
O teu abraço é o fim do meu limite
Meu piquenique é dentro do teu sim.

Grita o amor nas células do sentimento
Geme o prazer nas sílabas da alegria
O sofrimento nos rouba muito tempo.

Um beijo
Naeno

Alexandre disse...

Carlinha, pra te ser bem sincero, empreiteiras que prestam serviço para órgãos públicos, não tem sexo, religião, ou partido político.

Elas tem todos os sexos, portanto é hermafrodita...

Tem todas as religiões, portanto é confusa...

E tem todos os partidos políticos, portanto, bom, eu ia falar prostituta, mas apolítica cai bem...